#3 Como fazer um artigo científico? Por onde começar?

ACESSE O VÍDEO DESSA AULA NO no Youtube

Neste texto, vou falar sobre o melhor caminho a ser seguido para você fazer um bom artigo científico.

Será um caminho difícil, se você é iniciante no ramo. Afinal de contas, queremos que o seu artigo fique realmente bom! Se alguém falar que pode ser fácil, desconfie. Mas com o apoio do canal descomplicado e com a sua dedicação.. as coisas irão fluir naturalmente e, em pouco tempo, você se sentirá em um outro patamar... vai ficar craque! Vamos juntos?

Primeiramente, Escolha o tema de interesse. Pense em algo que você tenha alguma familiaridade com a literatura básica. Um assunto que tenha te despertado o interesse.. que te desperte curiosidade.

Depois disso, converse com professores e colegas. Sempre é bom considerar a opinião das pessoas. Caso tenha contato com algum professor bastante prestativo.. disposto a ajudar.. por que não começar trabalhando com os temas de interesse desse professor?

Se o professor tem interesse direto na sua pesquisa, pode ter certeza que ele estará mais motivado a te ajudar, seja no seu TCC ou no seu artigo científico.

Também, é bem provável que você encontre algo bacana em comum, um tema de interesse tanto para você quanto para seu professor, para que vocês possam trabalhar juntos.

E importante: verifique se existem publicações relevantes sobre o seu tema geral ou específico. Você pode consultar no google acadêmico, no portal da capes, na plataforma scielo, entre outras. Se não houver uma quantidade significativa de trabalhos sobre seu tema, você provavelmente terá muita dificuldade de encontrar uma boa pergunta de pesquisa.

Após isso, leia! Leia pra CARAMBA.

Dê preferência para os trabalhos publicados nas revistas mais bem avaliadas. Geralmente, as revistas brasileiras que estão na plataforma scielo são as mais bem estruturadas. Claro que você não vai ler todos os artigos e livros do início ao fim. Existe técnica para isso. Vou postar um texto na página do canal apenas sobre esse assunto.

Se dominar o inglês, sugiro a leitura de artigos internacionais, pois o que é feito de ciência no Brasil é muito pouco se comparado com o que é feito mundo a fora. Se não dominar o inglês, comece pelos textos em português ou até espanhol. As citações que você encontrar nesses artigos sobre trabalhos estrangeiros poderão te ajudar a ampliar o seu leque de referências.

Você deverá entender o que as pessoas estão escrevendo sobre o assunto que você escolheu. Quais as técnicas e métodos mais utilizados? Quais as principais perguntas de pesquisa?

E, Fiche seus textos... anote as ideias principais. Separe em um arquivo do word, os trechos mais interessantes, que você poderá usar mais adiante na introdução e discussão...

Discuta com professores e colegas possíveis ideias. Você não precisa escrever um artigo sozinho, ainda mais se for iniciante. Todo esse processo será fundamental para a construção e o amadurecimento das suas ideias... e você estará pronto para os próximos passos...

Após isso, defina o método. Afinal de contas, Como você irá executar a proposta? Será uma análise descritiva de dados e informações sobre o tema? Irá usar algum método estatístico mais sofisticado? Usará alguma análise qualitativa? O artigo será composto por reflexões teóricas sobre o tema? Existem dados e informações suficientes para que você possa aplicar o método escolhido? E o principal: quais as perguntas de pesquisa o seu método será capaz de responder? Fique tranquilo, vamos explorar melhor todas estas possibilidades nas próximas aulas.

Prepare os dados: Após a definição da estratégia metodológica, prepare os dados ou as informações básicas que serão utilizadas para alimentar o método escolhido.

Se irá fazer apenas uma análise descritiva... organize os dados, faça tabelas, gráficos, mapas...

Se for aplicar uma análise estatística, prepare seus dados, rode o modelo, se for o caso... Vai precisar coletar dados em campo? Realizar experiências? É.. existe um mundo de possibilidades..

Com isso, partimos para o próximo passo: Descreva os seus resultados. Faça isso de maneira bem objetiva.

Com a definição das perguntas de pesquisa e do método, e com os resultados na mão...Não se esqueça da discussão. Esta é uma parte extremamente importante. Você tem que explorar qual o significado dos seus resultados e não apenas simplesmente apresentar os resultados no trabalho. É muito comum encontrar trabalhos que terminam com uma simples apresentação dos resultados, sem realizar uma discussão.

Escreva uma conclusão clara. Curta. Poucos parágrafos (2 ou 3) que resumem os seus principais achados e demonstre a importância de sua pesquisa.

E já nos finalmentes... escreva sua introdução. Porque a introdução vem no final, se é um dos primeiros elementos do texto. Vou explicar... A elaboração do trabalho será marcada por várias idas e vindas... por tentativas.. poderá haver troca de métodos. Poderá chegar a novas perguntas de pesquisa... encontrar resultados que não imaginava a medida que explora as referências ou as bases de dados.

A introdução serve para dar suporte a tudo aquilo que você produziu até aqui. Ela irá oferecer suporte as suas perguntas de pesquisa, a seu método, resultado e discussão.

Por isso, faça a introdução por último. É impossível ter uma introdução alinhadinha com todos os demais elementos do trabalho, se você escrever a introdução primeiro. Ao escrever um artigo, existe um longo caminho, muitas vezes nebuloso, que deverá ser percorrido.

Ao final, escreva o abstract.. pense num título bacana e selecione as palavras chave. Escreva um pequeno parágrafo de agradecimentos. Afinal de contas, agradecer faz muito bem. E insira de maneira organizada todas as referências bibliográficas no final.

Vamos recapitular.. você pode pausar o vídeo para fazer anotações... vamos lá...

  1. Escolha o tema

  2. Leia bastante. Fiche os textos e separe as info mais relevantes.

  3. Defina as perguntas de pesquisa e o método.

  4. Aplique o método e descreva seus resultados.

  5. Escreva sua discussão.

  6. Escreva uma conclusão curtinha, resumindo seus principais achados.

  7. Monte uma introdução que dê suporte às suas análises.

  8. Faça o abstract e crie um título adequado.

  9. Palavras chave, agradecimentos e referências.

Editores de revistas internacionais de prestigio e pesquisadores com grande experiência sugerem esta sequencia lógica para a criação de textos. Estou te apresentando isso depois muita pesquisa e observação. Claro que eu não iria tirar isso de qualquer lugar. Agora que já sabe por onde começar e já tem uma ideia do percurso, mãos à obra!!! Continue acompanhando os próximos posts. Vamos destrinchar muitas coisas.

INSCREVA-SE NO CANAL DESCOMPLICADO.

© 2018 por Douglas Sathler | Canal Descomplicado | UFVJM