#19 Como fazer a conclusão do seu artigo?

Confira o vídeo completo no Canal Descomplicado (YoutTube)

Olá pessoal! No texto de hoje, vou ensinar para vocês como fazer uma conclusão de respeito! Existe muita dúvida sobre o que abordar e como estruturar uma conclusão de um artigo. Então, vamos juntos.

Na conclusão você deverá destacar o principal resultado de seu trabalho. Não apenas resuma os principais pontos que estão no corpo do seu texto. Demonstre como o seu trabalho preenche as lacunas existentes na literatura e as necessidades apontadas na sua introdução. Também, mostre para os leitores o que os seus achados significam.

Tudo isso deve ser feito de uma forma bem direta e resumida. Na conclusão, não há espaço para retomar partes extensas dos seus resultados ou da sua discussão.

O desafio aqui será sintetizar seus principais achados e destacar o significado destes achados. Fazendo isso, sua conclusão ficará interessante para os leitores. No final da introdução, você pode incluir um parágrafo expondo suas reflexões sobre as perspectivas de pesquisa.

Os leitores gostarão de ter uma ideia sobre o que ainda pode ser feito em relação às questões abordadas pelo seu estudo.

Se o seu trabalho conta com uma introdução bem estruturada e um resumo estruturado, você não precisa repetir trechos da introdução na conclusão.

Muito importante! Não destaque novamente o que você fez no estudo (aspectos da metodologia ou informações mais genéricas). Ao invés disso, foque apenas nos seus achados e, sobretudo, no que os seus achados significam.

Eu vou repetir isso, para que você tenha isso como um mantra na hora de escrever a a sua introdução.

Não destaque novamente o que você fez no estudo. Foque apenas nos seus achados e, sobretudo, no que os seus achados significam.

Não precisa ficar com receio se a sua conclusão estiver muito curta. Conheço trabalhos de nível internacional que apresentam apenas um parágrafo de conclusão. Ainda, existem revistas top de linha que publicam artigos sem o tópico conclusão, o que na minha opinião é ruim.

Apenas certifique-se de que a sua conclusão está realmente cumprindo o seu papel informativo e didático, ao destacar os seus principais achados e ressaltar o significado destes achados. Pense nisso o tempo todo quando estiver fazendo sua conclusão.

Parece algo simples escrever dois ou três parágrafos sobre algo que você já fez. Mas para que sua introdução fique boa, você terá que exercitar bem duas características importantes: seu poder de distinção, sobre o que realmente importa, e seu poder de síntese, destacando em poucas palavras somente o que é mais relevante.

Depois deste vídeo, tenho certeza que você caminhará na direção certa para bolar uma ótima conclusão. Capriche bastante. Os leitores agradecem.

Ah e não deixe de se inscrever no nosso canal. Verifique se o sininho, que você encontra no topo do canal, está ativo. Assim você irá receber notificações sempre quando postarmos um vídeo novo.

O canal descomplicado só existe e continuará existindo se tivermos você por perto. Se você apoia esta ideia, inscreva-se, curta e deixe seu comentário.

Abraços!!!

Confira o vídeo completo no Canal Descomplicado (YoutTube)

© 2018 por Douglas Sathler | Canal Descomplicado | UFVJM